sábado, 19 de abril de 2014

América enfrenta Jaguar no estadual feminino


E neste domingo o América volta a campo pela sétima rodada do Campeonato Pernambucano Feminino, desta vez, jogando longe de seus domínios, às 16 horas, no Estádio Jefferson de Freitas, em Jaboatão dos Guararapes.

Vindo de derrota para o Sport dentro de casa, as meninas da Estrada do Arraial necessitam de apenas um empate para garantir a classificação para segunda fase da competição. E o adversário desta vez será a equipe do Jaguar, lanterna do grupo com dois pontos somados. 

Na segunda rodada, o time liderado pelo técnico Fábio França goleou o time de Jaboatão, pelo incrível placar de 10x0, que até o momento é o segundo placar mais elástico do certame, perdendo apenas para a vitória do Acadêmica Vitória sobre o Íbis, vencida por 12x0 em Camaragibe.

Para esta partida, a Federação Pernambucana de Futebol escalou Ana Karina, arbitra com chancela da FIFA. Ao seu lado, estarão os assistentes Fernando Antônio e Fabrício Leite. O quarto árbitro será Anderson Freitas.

Abaixo, a classificação geral do Grupo B:


sexta-feira, 18 de abril de 2014

Juniores faz sua estréia em casa, contra o Vera Cruz



Neste sábado, o time de juniores do América entra em campo novamente com o intuito de buscar sua primeira vitória no Campeonato Pernambucano SUB-20. Na primeira rodada ocorrido no dia do centenário do clube, conseguiu sair do Carneirão com um empate em 1x1 contra o Vitória. Desta vez, o time da Estrada do Arraial enfrentará outro clube vitoriense, o Vera Cruz, desta vez, jogando no Estádio Ademir Cunha, às 15 horas.

Para esta rodada, o técnico Valter Mendes deverá ter a disposição o zagueiro Marcio. O zagueiro esmeraldino volta a defender a equipe SUB-20 e, com 19 anos, já possui no currículo um acesso na Série A2 e uma participação no Campeonato Pernambucano, jogando ao todo 14 jogos na divisão de elite. Autor do primeiro gol do América, Caio Vitor estará a disposição de Valter para este confronto.

A partida contará com Wildstar Dias de Mendonça como árbitro, sendo seus auxiliares Karla Renata Cavalcanti de Santana e Rafael Rodolfo de Souza Correia. O quarto árbitro será Ronaldo Deyvson Gomes de Lima.

quinta-feira, 17 de abril de 2014

O Desafio Continua!!!



Passada a festa a vida do América prossegue, as atividades estão ocorrendo no departamento de futebol, com os preparativos do SUB-20, os acertos do SUB-17 e com o futebol feminino. Por outro lado, continuamos jogando no Society e algumas surpresas devem acontecer.

O América continua vivo e ativo!!

Em conversas com Celso Muniz, Josué e Osmundo percebemos que está havendo a estruturação do Departamento de Futebol ( dirigido pela AFC/SA) onde a comissão técnica foi valorizada e autorizada a prosseguir o trabalho de montagem de uma base e prospecção para formação de um time forte visando conquistas mais sólidas.


Como o futebol está entregue a AFC/SA, o Presidente, voltou suas atenções para outro ponto importante para o programa de fortalecimento do América que é a campanha Sócio Centenário.


A campanha foi lançada no sábado passado, na festa, e já vem ganhando as ruas da cidade, pode ser vista em vários out-doors no Recife. O sucesso desta campanha vai ser de vital importância para o América, já que vai oxigenar o clube e dar condições econômicas para o sustento do clube.


O Blog do Mequinha é acessado por inúmeros amigos, a nossa comunidade do Face comemorou 1000 visitas ou seja existe americano demais e poucos ajudando!!! Com mil sócios em dias teríamos um time mais forte!!!

A ideia é bem simples: ajudar o América !!!

Todos podem ajudar basta preencher um formulário, se comprometer a pagar uma mensalidade no valor de R$ 30,00 ( 1 real por dia), pronto!!! vai ganhar alguma coisa? sim !! no primeiro momento vamos ajudar o clube, vai concorres a kits do América, vai poder entrar de graça nos jogos, vai ter seu nome inscrito no livro de sócios do América FC!! mais na frente vai ter direito a uma série de descontos em lojas parceiras  do clube!!

O desafio é este; " Seja mais um, seja forte, seja América !!"

Quem quiser se associar manda um e-mail para:

MEMÓRIAS ESMERALDINAS: América 2x0 Ypiranga (BA) em março de 1946

Jornal recifense Folha da Manhã do dia 24 de março
de 1946 destacando o jogo América x Ypiranga (BA)
O ano de 1946 ficou marcado na história devido ao nascimento de pessoas como a atriz britânica Jane Asher (atriz de filmes como “Ato Final” de 1970 e “O Martírio do Silêncio” de 1952), o ex-jogador argentino Hector Yazalde (campeão argentino pelo Independiente em 1967 e 1970 e campeão português pelo Sporting Lisboa em 1973/1974), o cantor José Rico da dupla sertaneja Milionário & José Rico (autores da música “Estrada da Vida” de 1978) e o guitarrista britânico Syd Barret (um dos fundadores da banda de rock Pink Floyd). Faleciam o poeta e compositor Catulo da Paixão Cearense (autor da música “Luar do Sertão” de 1914 e que ficou famosa na voz de Luiz Gonzaga), o então presidente da Bolívia Gualberto Villaroel Lopez (major que assumiu após um golpe militar) e o boxeador norte-americano Jack Johnson (primeiro negro campeão mundial dos pesos pesados em 1908). Na música, os sucessos ficavam por conta de “Baião” do conjunto Quatro Ases e Um Coringa, “Mensagem” de Isaura Garcia, “Minha Terra” de Francisco Alves, “Porta Aberta” de Vicente Celestino e “Meu Ranchinho” de Augusto Calheiros. Era o centenário da descoberta do planeta Netuno, do nascimento da Princesa Isabel e da criação do parlamentarismo no Brasil, o que no papel tinha a finalidade de regular o poder moderador de Dom Pedro I, o que não aconteceu de fato, pois seu representante era indicado pelo próprio imperador.

Jorge Amado e João Cabral de Melo Neto: eternos poetas e torcedores
ilustres do Ypiranga da Bahia e do América do Recife
Em 24 de março de 1946, o Estádio dos Aflitos seria palco de mais uma grande partida de futebol válida por um amistoso interestadual. Há dois meses do início do campeonato pernambucano, o América recifense marcou um amistoso contra os aurinegros do Ypiranga de Salvador (Bahia), numa tentativa de fortalecer a preparação para o certame estadual, no qual iria em busca de mais um título dois anos depois da sua última conquista. O Alviverde da Estrada do Arraial vinha em boa fase, após o título de campeão pernambucano de 1944 e do vice-campeonato de 1945 e uma boa preparação era fundamental para lucrar mais um título. Por outro lado, o Esporte Clube Ypiranga, que já colecionava nove títulos de campeão baiano sendo o último em 1939, havia sido o 5° colocado entre seis disputantes no “Baianão-45” e estava usando a excursão a Pernambuco (já haviam perdido para Sport e Santa Cruz) para melhorar a equipe que buscaria o décimo título estadual na Bahia. América (PE) x Ypiranga (BA) poderia inclusive receber a alcunha de “Clássico dos Poetas”, uma vez que colocava em lados opostos o poeta baiano Jorge Amado (fanático pelo Ypiranga) e o poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto (fervoroso pelo América).


Capuco e Pedrinho: defensores do América nos anos 40
O público chegou mais cedo para acompanhar a preliminar que haveria entre as equipes amadoras do Atlântico e do Fábrica Iolanda sob a arbitragem do Sr. Albino Machado, que começou duas horas antes. Por meio de convite da diretoria do América, o Sr. Antônio Carlos Godinho (dirigente do Ypiranga) foi indicado para ser o árbitro do embate entre pernambucanos e baianos. O início da partida pôs frente a frente duas equipes em fase de preparação para as suas respectivas competições estaduais e muito em função disto, o primeiro tempo de jogo não rendeu ao torcedor presente ao Estádio dos Aflitos, as grandes jogadas que eram esperadas dos times em campo. O jogo era morno e as duas equipes estavam iguais inclusive nos erros de passes, todavia, o América por conhecer melhor o gramado e ter o apoio da torcida, realizou perto do final do primeiro tempo algumas tentativas de gol, mas que pararam na boa exibição do goleiro Bomfim do time baiano.


Ilustração de América do Recife x Ypiranga de Salvador em jogo amistoso
realizado no Estádio dos Aflitos em Recife em 1946
Antes do início do segundo tempo as duas equipes resolveram fazer algumas alterações. No América do Recife, o atacante Edgar foi recuado para o meio campo no lugar de Capuco e seu lugar no ataque foi ocupado por Zezinho, que apenas trocou de posição e abriu espaço para a entrada do atacante Janjoca no time titular. Em compensação, pelo lado do time de Salvador, Raimundo entrou no lugar de Catita no meio campo e no ataque Lisálvaro saiu e Cacuá foi deslocado para a sua posição, abrindo espaço para a entrada de Joãozinho. O grito de gol da torcida verde e branca recifense saiu quando aos 28 minutos da etapa final, Djalma serviu com maestria para Zezinho, que de pé esquerdo chutou no canto indefensável do goleiro do Ypiranga. É GOL DO AMÉRICA! AMÉRICA 1X0 YPIRANGA (BA) e a torcida americana sacudia as arquibancadas do estádio do Náutico.

Folha da Manhã de 26/03/1946 escrachando a
desenvoltura dos times em campo na parte superior
Apenas dois minutos mais tarde, o América atacou novamente, mas o lançamento não encontrou nenhum jogador alviverde, em condições físicas de ficar com a bola que ia saindo calmamente pela linha de fundo até que o goleiro Bomfim do Ypiranga (BA) resolveu ir atrás dela para rebater. O que ninguém esperava era que nessa rebatida o goleiro do time aurinegro baiano viesse a escorregar e entregar a bola de bandeja para Janjoca que com o gol escancarado anotou o segundo gol dos pernambucanos. É GOL DO AMÉRICA! AMÉRICA 2X0 YPIRANGA (BA) e a torcida esmeraldina festejava aquele resultado parcial de vitória, que se estendeu até o final da partida. Mesmo havendo a arbitragem de um dirigente do Ypiranga, este levou o jogo todo com elogiável imparcialidade em todos os lances que mereceram ser apontados. O jogo preliminar entre Atlântico e Fábrica Iolanda terminou com um empate em 2x2 e de acordo com a imprensa escrita, foi um jogo mais movimentado do que a partida principal, sendo assim, a renda da rodada dupla nos Aflitos foi de um pouco mais do que doze mil cruzeiros e as equipes de América 2x0 Ypiranga da Bahia naquele dia 24 de março de 1946 foram as seguintes:




AMÉRICA:

Leça;
Deusdedith e Lucas;
Barbosa, Capuco e Galego;
Zezinho, Julinho, Djalma, Edgar e Valdeque.

YPIRANGA DA BAHIA:
Bomfim;
Hélio e Gregório;
Catita, Lourenço e Joel;
Cacuá, Jaime, Caçaçau, Lisálvaro e Elias.




terça-feira, 15 de abril de 2014

Meia Bea fala sobre seu desempenho diante do Sport

Bea, em lance de jogo diante do Sport | Foto: Jefferson Maciel

Destaque na ultima partida do América no Campeonato Pernambucano Feminino, Bea conversou com o Blog do Mequinha sobre o seu desempenho diante do Sport e do time em geral. 

A camisa 10 do time da Estrada do Arraial iniciou a jogada que originou o único gol esmeraldino na partida, marcado pela atacante Soraya, sem contar a grande movimentação, criando várias oportunidades de gols.

Confira a sonora:

Técnico Fabio França comenta a derrota para o Sport, no Pernambucano Feminino

Tecnico Fabio França, no banco, à direita

Após a derrota diante do Sport, jogando em casa no estádio Ademir Cunha, em Paulista, o técnico Fábio França conversou com o Blog do Mequinha sobre o desempenho das meninas neste ultimo compromisso pela sexta rodada do Campeonato Pernambucano Feminino. O técnico alviverde também comentou sobre o projeto do futebol feminino no América, no qual França comanda desde a temporada passada.

Mesmo com o resultado negativo, as meninas do América encontram-se na segunda colocação do grupo B, com nove pontos ganhos. Confira a sonora com o técnico Fabio França:



Em seu centenário, América é oficialmente um clube formador

Evandro Barros de Carvalho lendo o certificado de clube formador | Foto: Jefferson Maciel

Aos poucos o América vai reconstruindo o seu status dentro do cenário estadual e regional. Se a sua última participação do Campeonato Pernambucano não condiz com a realidade que o clube apresenta em termos de estrutura, tradição, outros fatores acabam por justificar a força e a grandeza que o clube tem no futebol, acreditando firmemente no trabalho de base.

A entidade máxima do futebol no país, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) certificou o América como “Entidade de Prática Desportiva Formadora de Atleta”, categoria “A”, título entregue para apenas outros seis clubes de Pernambuco até agora. O certificado foi recebido com uma salva de palmas nas mãos de Evandro Barros de Carvalho, presidente da Federação Pernambucana de Futebol e Conselheiro do América Futebol Clube.

Antes de entregar o certificado nas mãos de Celso Muniz Filho, presidente da executiva do América Futebol Clube, Evandro fez questão de ler o certificado para os mais de 200 convidados presentes na sede da Estrada do Arraial. O presidente da FPF-PE ratificou ao público presente que o América agora é reconhecido como Entidade de Prática Desportiva Formadora de Atleta, categoria “A”, em virtude de ter comprovado o preenchimento cumulativo de todos os requisitos previstos nos incisos I e II do §2º do art. 29 da Lei nº 9.615/98, com lastro na verificação, comprovação e parecer conclusivo da Federação Pernambucana de Futebol, entidade regional de administração do desporto com competência para atuação no Estado de Pernambuco, cabendo-lhe controlar e fiscalizar o cumprimento das exigências e requisitos contidos nos incisos I e II do §2º do artigo 29 da Lei nº 9.615/98, com redação dada pela Lei nº 12.395/11.

Com isso, muito mais que uma mera formalidade, este certificado garante ao América um prazo de 02 (dois anos), trazendo uma série de benefícios jurídicos, em relação ao contrato dos jovens jogadores e o modo com que agora trabalhará suas categorias de base. Mais do que isso, atesta que o trabalho que o clube vem realizando desde 2013 com a criação da AFC/SA tem qualidade, principalmente com os resultados obtidos nos estaduais SUB-15 (6º), SUB-17(10º) e SUB-20 (4º), na temporada passada. Uma das grandes vantagens a partir de agora, é que o clube pode garantir o vínculo documental com um atleta antes mesmo dos 16 anos, idade que sinaliza a possibilidade da assinatura do primeiro contrato. Com o certificado, também está garantido ao Clube Formador a prioridade dos direitos de um jogador criado na própria base, mesmo que algum outro clube tente a contratação do atleta, evitando o assédio de outras agremiações para contratar jogadores de sua base.

Esta certificação, entregue apenas aos clubes que comprovadamente são especialistas em formação de jogadores e que foi enviada oficialmente pela CBF, é fruto de um trabalho árduo, realizado nos bastidores, pela diretoria do América e pelo apoio da Federação Pernambucana de Futebol. Durante meses, foram recolhidos documentos e comprovações de que o América garante todos os requisitos para a aquisição deste certificado. De acordo com o Evandro Barros de Carvalho, este é um momento histórico, que vem ao encontro de um ano marcante na vida do América, que chega aos seus 100 anos de fundado: “por tudo o que o América fez para o futebol pernambucano, corremos atrás desta vitória e conseguimos", ressalta o presidente da FPF-PE.

Entrega do certificado de clube formador ao América | Foto: Jefferson Maeicl

segunda-feira, 14 de abril de 2014

América/Boa Vista segue líder da Taça Pernambuco


E o América/Boa Vista garantiu mais uma vitória na Taça Pernambuco de Futebol Society. O adversário desta vez foi o time da Barca/Sinttel, no qual o time liderado pelo técnico Fabio Vila Nova saiu vitorioso, no placar de 5x3, garantindo a liderança do Grupo A.

Com um primeiro tempo pegado e com alguns erros de passe e precipitações do América, o placar encerrou o tempo inicial com o placar de 3x2. Porém, no segundo tempo, a equipe voltou melhor, pressionando a defesa adversária e tocando melhor a bola. No final o placar de 5x3 foi justo e poderia ter sido maior, não fossem os dois Shoot Outs muito bem defendido pela defesa adversária. 

Com a vitória do América e a derrota do Projeto Abraço Forte, no Shoot Out, para a boa equipe do Camaleão, o time da Estrada do Arraial assume a liderança isolada do grupo A da Taça Pernambuco com 12 pontos, seguido pelo Projeto Abraço Forte e Camelão, ambos com 10 pontos. 

Agora, o time da Estrada do Arraial terá pela frente duas semanas de folga até o próximo e decisivo confronto contra a excelente equipe do Projeto Abraço Forte, atuais vice-campeões da última edição do estadual, que definirá  a primeira colocação do Grupo A na fase inicial da Taça Pernambuco.





Perdemos mas continuamos bem na classificação



Mesmo com a segunda derrota o América segue bem na competição e sua classificação para a próxima fase praticamente está consolidada.

O jogo foi muito pegado e de muita marcação, mas ao mesmo tempo foi franco com ambas as equipes com uma postura ofensiva muito forte. Nos primeiros 25 minutos do primeiro tempo o América soube fazer valer o mando de campo e dominou a partida. Depois o time do Sport se ajustou até conseguir abrir o placar e em seguida ampliar. O gol do América surgiu dos pés de Bia após belo cruzamento pela direita que foi finalizado por Soraya.

No segundo tempo o América esbouçou uma reação, mas parou nas falhas do sistema ofensivo. O Sport aproveitou melhor suas oportunidades e decretou os números finais da partida.

O placar poderia ter sido muito diferente para ambos os lados. O time visitante perdeu muitos gols, enquanto que o América também vacilava muito no ataque.

Essa foi apenas a segunda derrota da equipe Americana na competição e para um time muito mais experiente e considerado um dos favoritos ao título. Na próxima partida o América enfrenta o Jaguar no Jefferson de Freitas em Jaboatão dos Guararapes, no domingo às 16 horas. Se vencer o América assegura a classificação para a próxima fase.

Lance de jogo entre América x Sport | Foto: Jefferson Maciel



Estreia com bom resultado no Sub-20



O América foi até Vitória de Santo Antão e trouxe um bom resultado contra o tricolo das tabocas. Mas poderia ter sido ainda melhor.

Poderia ter sido melhor pois o América ganhava o jogo até os 45 minutos do segundo tempo quando o Vitória empatou e roubou os dois pontos Americanos. De qualquer forma com o resultado dos jogos do grupo C, estamos na segunda colocação, pois marcamos um gol fora de casa. O gol do América saiu dos pés do baiano Caio em cobrança de falta no segundo tempo.

O América segue comandado por Válter e teve no time que entrou em campos os já conhecidos Adriano, Glauber, Everaldo, Jackson, Alef e Papel, todos jogadores que acumularam experiência no certame profissional de 2014. O time do Vitória também teve muitos jogadores experientes para a categoria e que passaram pelo campeonato profissional este ano. Daí o equilíbrio da partida.

Agora o América receberá o Vera Cruz, que foi goleado pelo Santa Cruz neste domingo. O jogo entre o América e o time de Vitória será no próximo sábado às 15 horas, no Ademir Cunha.

Lance de jogo entre Vitória x América | Foto: Michell Santana/Panorama Esportivo